fioecabo.com.brGTM-W9CFLZK

Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA

Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA

Você sabe por onde vem a internet da sua casa? Já ouviu falar dos cabos de fibra óptica?

No post de hoje vamos falar Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA!

O que é um cabo de fibra óptica?

Um cabo de fibra óptica é um cabo de rede que contém fios de fibra de vidro dentro de um invólucro isolado. As fibras ópticas são filamentos flexíveis fabricados em materiais transparentes como fibras de vidro, que são utilizados como meio de propagação da luz. Essas fibras geralmente são muito finas, com apenas alguns micrômetros de espessura (10-6 m), mas podem ter vários quilômetros de comprimento. Eles têm diversas aplicações, sendo a transmissão de dados uma das mais comuns.

Os cabos de fibra óptica por serem constituídos por um ou mais fios de vidro extremamente finos, transportam sinais de comunicação usando pulsos de luz gerados por pequenos lasers emissores de luz. O centro de cada fio é chamado de núcleo, que fornece o caminho para a luz viajar. O núcleo é circundado por uma camada de vidro chamada revestimento que reflete a luz para dentro para evitar a perda de sinal e permitir que a luz passe pelas curvas do cabo. Assim, transmitindo efetivamente vários fluxos de comunicação através de um único pulso de luz.

Para que servem os cabos de fibra óptica?

Os cabos de fibra óptica são projetados para redes de dados e telecomunicações de longa distância e alto desempenho. Quando comparados aos cabos com fio, os cabos de fibra óptica fornecem maior largura de banda e transmitem dados por distâncias mais longas. Assim, eles suportam grande parte dos sistemas mundiais de Internet, televisão a cabo e telefone.

Então, a sua principal aplicabilidade é para a transmissão e comunicação de informações, como:

  • Transmissão de dados: as fibras ópticas podem ser usadas para transmitir dados de internet, telefone, televisão, redes, rádio etc.

  • Obtenção de imagens: as fibras ópticas podem ser usadas para obter imagens de lugares de difícil acesso, uma vez que a luz pode ser refletida em seu interior por grandes distâncias.

  • Sensores: por meio das fibras ópticas, é possível construir uma grande variedade de sensores capazes de variações sensíveis de temperatura, pequenas deformações em sólidos, frequências de luz, polarização da luz etc.

Categorias das fibras ópticas:

  • Cabo Monomodo (SM):

A fibra de monomodo possui um núcleo menor, por isso, a forma como a luz se propaga é linear e direta, como se fosse uma linha reta invisível.

O cabo óptico de monomodo é indicado para ser utilizado em aplicações que demandam grandes distâncias, pois o alcance do sinal da rede é maior, com mínima taxa de perda de transmissão de dados. Geralmente são as empresas de telefonia que utilizam essa fibra, pois focam no alcance de maiores distâncias e também na superioridade da banda. Entretanto, esse tipo de fibra apresenta dificuldade de alinhamento em casos de emendas e conectores.

Características da fibra óptica monomodo (SM):

  • Possui espessura do núcleo de 9 μm e casca de125 μm;

  • Distância máxima acima de 150km ou 4 km para cabeamento:

  • Permite o uso de um sinal de luz pela fibra;

  • Maior alcance de sinal;

  • Menos dispersão de banda;

Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA, , $sitename%, fio, cabo, cobre, elétrica, reforma, construção, obra,

  • Cabo Multimodo (MM):

A fibra multimodo permite que luz tenha passagem múltipla, porque o seu núcleo tem o diâmetro maior. Porém, o alcance da transmissão é um pouco menor. Por isso, normalmente a fibra óptica multimodo é utilizada em aplicações de redes locais internas, como: casas, apartamentos, backbone de edifícios comerciais e também em cabeamentos horizontais, pois alcança distâncias menores.

Características da fibra óptica Multimodo (MM):

  • Conta com a espessura do núcleo 62.5 μm e casca de 125 μm;

  • Facilidade no acoplamento de fontes luminosas e requer pouca precisão nos conectores;

  • Distância máxima até 300 metros ou 2km para cabeamento estruturado;

  • Usado em curtas distâncias pela facilidade de implementação;

  • Recomendada para ligação interna ou interligação em um mesmo rack;

Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA, , $sitename%, fio, cabo, cobre, elétrica, reforma, construção, obra,

Tipos de cabos de fibra óptica:

Os cabos de fibra óptica tem aplicações conforme o ambiente em que vai ser instalado. As fibras em si dentro do cabo, são escolhidas de acordo com a aplicação, velocidade e distância.

Com relação ao cabo que protege as fibras ópticas primeiramente é preciso saber se esse cabo vai ser instalado internamente em um edifício ou na área externa. É essa é uma das informações mais importantes para escolher o tipo de cabo.

  • Cabos Externos (de fibra óptica monomodo):

Os cabos externos tem que ser resistente à intempéries: chuva, vento, talvez congelamento ou roedores. Então é preciso ter cabos do tipo externo que são bastante resistentes a intempéries. 

Cabos externos podem ser apropriados para diversos tipos de instalação: instalação aérea feita entre postes; instalação subterrânea: onde os cabos serão instalados em dutos previamente instalados; e instalação onde eles são diretamente enterrados. Para cada uma dessas aplicações existem cabos apropriados que são próprios para esse tipo de ambiente. Geralmente eles são na cor preta.

Por exemplo, cabos aéreos podem ser autossustentáveis ou não; cabos diretamente enterrados devem ter mais resistência do que aqueles que serão instalados em dutos.

  • Cabos Internos (de fibra óptica multimodo):

Os cabos internos não precisam ter essa resistência toda, pois não vão estar expostos à intempéries, mas é preciso ter cuidado com a questão da inflamabilidade e emissão de gases tóxicos por ocasião de incêndios. 

Então no caso de cabos de fibra óptica internos é preciso se preocupar com fogo e incêndio, portanto o material da capa não pode ser propagante à chama, na verdade, tem que ser retardante à essa propagação de chama, então os testes que são feitos em cabos internos são bastante específicos com relação a propagação do fogo e também emissão de fumaças. Geralmente suas cores são conforme as suas fibras ópticas.

Então temos algumas classificações:

Cabos ópticos de uso geral: onde tem a classificação mínima retardante à chama.

Cabos de uso na vertical: cujo teste é feito na vertical.

Cabos plenum: aqueles que emitem pouquíssima fumaça para serem instalados em ambientes plenum.

Há também a classificação LSZH, baixa emissão de fumaças, livre de halogênios, que são também cabos classificados para ambientes com muito afluxo de pessoas, pois num eventual incêndio a fumaça que ele libera não é uma fumaça tóxica e também é bastante adequado para a instalação de datacenters porque a fumaça dele não é corrosiva, ao contrário de outros tipos de cabos.

Existem também os cabos indoor e outdoor, ou seja, interno e externo, que são cabos que reúnem as duas características, tem proteção contra intempéries e também tem proteção contra propagação de incêndio.

Para maiores informações, entre em contato com a Equipe Mega Cobre. Estaremos à disposição para ajudar!Tudo sobre os cabos de FIBRA ÓPTICA, , $sitename%, fio, cabo, cobre, elétrica, reforma, construção, obra,

Referências:

https://www.dicomp.com.br/noticia/152/fibra-optica-o-que-e

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.

POLITICA DE PRIVACIDADE

Tire suas dúvidas com um de nossos consultores.